Consórcios: principais vantagens e desvantagens

Publicado por Dafna Obadia

Consórcios: principais vantagens e desvantagens

Os consórcios são uma das modalidades mais práticas utilizadas por pessoas que pretendem financiar de maneira segura e, a longo prazo, bens mais valiosos como carros, motos, casas e outros. Conheça as principais vantagens e desvantagens oferecidas.

Está querendo fazer um consórcio informal? Fique atento às nossas dicas!

Consórcios: principais vantagens e desvantagens

No meio em que o consórcio está inserido, existem outras modalidades de adquirir um bem com facilidade, como o financiamento e o leasing. Compreenda mais sobre esta modalidade e conheça algumas diferenças, além das vantagens e desvantagens.

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

Consórcio

O consórcio é formado por um grupo de pessoas, as quais se reúnem com a intermediação de uma administradora, devidamente autorizada pelo Banco Central para uma poupança coletiva.

Neste caso, o valor global do bem desejado é pago por meio de parcelas mensais oscilando em planos de 60 a 120 meses de duração.

A forma de contemplação pode ser após o pagamento de todas as parcelas, ou ainda, de forma antecipada através do uso de um lance maior como também da premiação em sorteios com os participantes que ocorrem a cada mês em assembleias.

Vantagens e desvantagens dos consórcios de bens variados

-Vantagens

Os interessados em escolher um consórcio tem como pontos positivos o fato de que esta modalidade não realiza a cobrança de juros altos, como em modalidades a exemplo do financiamento e leasing.

Como deve haver o pagamento todos os meses da parcela, as pessoas fazendo uma poupança, mesmo que forçada, levando ao surgimento de uma maior disciplina com relação aos gastos.

Esta forma de comprar bens móveis ou imóveis é ideal para quem quer um investimento a longo prazo porque os sorteios e lances não são garantidos e a contemplação ao final irá levar vários anos para ocorrer.

-Desvantagens

Apesar dos pontos interessantes acima mencionados, existem alguns problemas que precisam ser conhecidos antes de se decidir pela realização de um consórcio. O primeiro deles consiste no fato de que é preciso para uma taxa apara a administradora que gerencia o processo do consórcio.

O crédito do seu consórcio mudou? Veja aqui o que vai acontecer!

Mas esta não é a única taxa já que dependendo do tipo de consórcio, podem ainda ser cobrados valores relacionados com seguro e fundo de reserva.

Outro ponto negativo relacionado a esta forma de financiamento se refere ao fato de que para conseguir entrar em um grupo de consórcio é preciso bem mais do que vontade mas são exigidos comprovantes de renda como também garantias para eventuais não pagamentos sendo isso muitas vezes um empecilho.

Conclusão

Com isso, os consórcios assim como as outras maneiras de financiar bens a longo prazo contam com uma série de vantagens e desvantagens que precisam ser consideradas no momento da escolha tomando cuidado para não se arrepender depois, pelo desconhecimento das mesmas.

Vale a pena investir em um consórcio?

Depois de analisar todas as vantagens e desvantagens que um consórcio oferece, você pode deduzir se vale ou não a pena. Mas se ainda está com dúvidas, considere algumas situações e determine se para você compensa. Então, considere se:

– Você pode esperar

Se você não precisa imediatamente do bem em questão, vale a pena investir em um consórcio. Lembrando que você poderá ser contemplado tanto no primeiro quanto no último mês. Porém, não pagará os juros de um financiamento.

– Não quer pagar juros altíssimos

Como mencionei acima, os financiamentos cobram juros altos durante as parcelas, além de taxas. Então, se você quer fugir dos juros abusivos, o consórcio é o que busca. Nele você só pagará as taxas administrativas, seguro e fundo de reserva.

Conheça todos os tipos de financiamento de carro e opte pelo melhor.

– Sobra ou falta de dinheiro

Através do consórcio você pode utilizar o dinheiro que sobrou no mês para dar lance ou antecipar algumas parcelas. Mas se o problema é a falta do dinheiro, você não perde nada. Ou seja, pode repassar as cotas de desistência ou por impossibilidade financeira.

– Uma forma de poupar e investir, ao mesmo tempo

Se você não tem disciplina em depositar o seu dinheiro em uma poupança, o consórcio é um jeito eficiente de poupar. Com ele você tem um compromisso financeiro mensal e ainda poderá ser contemplado com um “prêmio” a qualquer mês.

Então, o que você acha de fazer um consórcio? Aproveite e simule aqui em nosso site!

Fique atento aos nossos outros artigos e saiba como usar o consórcio a seu favor. Vale a pena!


Tag:

Categorizados em:


3 Comentários

  • Márcio says:

    Olá,

    Continue a simulação, para melhor entender um consórcio:

    Carta de 100.00,00 (exemplo só) 100 prestações de 1.000,00
    Posso usar 30% do valor da carta de crédito para dar o lance e já fui contemplado na 2ª parcela paga.
    100.000,00 / 30% embutido no lance, eles vão me dar quanto em dinheiro? 70.000,00 ou 100.000,00?
    Continuarei pagando quanto na prestação após pegar a carta de crédito de?

    Por favor, podem continuar essa simulação?

    Obrigado, fico no aguardo.
    Márcio

  • Regina says:

    Bom dia,

    Parei de pagar, quando vou receber as parcelas que paguei?

    Obrigada.

    • Sanaira Silveira says:

      Bom dia Regina,

      Desculpe a demora em responder seu comentário no consorcio.org, mas tivemos problemas com o recebimento das perguntas no site, os quais já foram resolvidos.
      Entre em contato com a financeira responsável para que possa tirar sua dúvida mediante ao seu contrato.
      Caso queira fazer um novo consórcio, preencha o formulário em nosso portal para que possamos entrar em contato com você.

      Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *