Consórcio de apartamento: saiba como funciona!

Publicado por Jeniffer Elaina da Silva

Consórcio de apartamento: saiba como funciona!

Consórcio de apartamento: saiba como funciona!O sonho da casa própria é comum a muitos brasileiros, no entanto, a compra à vista não é uma realidade para a maioria das pessoas e, por isso, o consórcio de imóveis se assume como uma das opções mais viáveis e úteis para quem busca por um novo lar. O sistema de consórcio de apartamento funciona pelo seguinte método: um grupo de interessados se junta para financiar o imóvel mediante o pagamento de parcelas mensais à administradora, cuja responsabilidade é a gestão desse dinheiro. Quando as parcelas atingem o valor determinado (exemplifique-se que o consórcio esteja avaliado em R$100 mil), um participante é sorteado e habilitado à compra do imóvel.

A quem se destina?

O consórcio se destina a qualquer pessoa maior de idade que se encontre interessado em adquirir um apartamento e, sobretudo, que não tenha pressa, já que esta modalidade tem uma duração média estimada de 10 a 15 anos.

Como aderir a um consórcio de apartamento?

Para participar do consórcio de apartamento o primeiro passo é procurar uma administradora, órgão que reúne os participantes interessados e que apresentará as regras vigentes nesse sistema – note-se que cada consórcio possui suas próprias condições.

E como é feito o pagamento?

Responsável pela gestão do dinheiro dos participantes, a administradora envia mensalmente um boleto para pagamento, bem como as informações pertinentes relativas ao consórcio. Com relação a juros, vale lembrar que apesar de o consórcio não possuir juros, os participantes têm de pagar a taxa da administradora, estando por isso as parcelas sujeitas a reajuste anual.

Solicite seu empréstimo agora, preencha nosso formulário de cotação, clique aqui.

Qual a periodicidade do sorteio?

Conforme foi referido anteriormente, as administradoras possuem autonomia própria quanto às regras pelas quais se regem e, por isso, o número de sorteios varia de acordo com cada administradora. No entanto, existe uma regra universal para todas: independente se for o primeiro a ser sorteado, deve continuar pagando as parcelas normalmente até todas as pessoas do grupo recebam seu apartamento.

O que acontece caso haja atraso no pagamento das parcelas?

Com relação aos atrasos, a administradora cobra juros e multa, os quais devem ser pagos até ao sorteio seguinte. No entanto, caso o participante atrase o pagamento de muitas parcelas poderá sofrer outras penalidades mais graves, inclusive a exclusão do consórcio.              Se o participante se perceber incapaz de honrar o compromisso mensal respeitante ao pagamento das parcelas, poderá enveredar por uma de três soluções distintas:

  1. Entregar sua participação para outra pessoa, que comprará a cota;
  2. Procurar outro bem que esteja sendo sorteado pela mesma administradora, uma vez que o valor das parcelas diminuirá;
  3. Pedir a sua exclusão do consórcio, pagando uma multa e aguardando a sua vez no sorteio para que possa receber o dinheiro pago nas parcelas anteriores.


Tag:

Categorizados em:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *